Roberto Mangabeira Unger

PMDB: o caminho do Brasil

Sou um dos fundadores do PMDB, o autor de seu manifesto de fundação e o co-autor de seu primeiro programa.

Em abril de 2010, pediu-me a direção do partido que eu submetesse uma minuta de novo programa nacional do PMDB. Entendi minha tarefa como a de traduzir o pensamento predominante no partido em proposta que demarcasse um rumo para o Brasil e que definisse os primeiros passos desta trajetória. Eu já havia viajado o país para discutir o posicionamento político e programático do partido com as lideranças e com os quadros do PMDB em cada estado. O foco da munuta que submeti é a construção de modelo de desenvolvimento baseado em ampliação de oportunidades para aprender, para trabalhar e para produzir.

O texto que apresentei, transcrito abaixo, tem duas partes: um elenco de medidas concretas, que representam primeiros passos, e uma definição, ao mesmo tempo abrangente e pormenorizada, de caminho nacional. Difere, em forma e em conteúdo, do que se costuma fazer, mundo afora, a título de programa partidário.

Nem tudo o que está no documento coincide com minhas convicções; o esforço tinha sentido coletivo. O eixo central e a maior parte das propostas específicas, porém, convergem com minha idéia da obra transformadora a executar agora.

A Proposta Nacional do PMDB: um caminho para o Brasil

Volta ao início.